Terça, 11 dez 2018
Ligas
+ Filiados
2ªDIV
A3
A2
A1

Velo Clube
Reginaldo Lourenço Breda
Presidente
Associação Esportiva Velo Clube Rioclarense
Classificação do clube em Competições da FPF
Paulista A3 - Profissional
Grupo 01
Col Equipe TP J AJ V E D GP GC SG VP DP CA CV TF
AA Portuguesa 44 19 0 13 5 1 31 12 19 0 0 35 2 295
Capivariano 40 19 0 12 4 3 40 17 23 0 0 41 1 242
Atibaia 40 19 0 12 4 3 32 20 12 0 0 38 0 277
Desportivo Brasil 36 19 0 11 3 5 32 20 12 0 0 41 3 271
Barretos 33 19 0 9 6 4 24 13 11 0 0 49 1 304
Noroeste 31 19 0 8 7 4 29 19 10 0 0 31 3 261
Velo Clube 30 19 0 8 6 5 22 20 2 0 0 40 3 272
São Carlos FL 29 19 0 8 5 6 25 24 1 0 0 37 2 303
Rio Preto 28 19 0 7 7 5 22 21 1 0 0 50 4 311
10º Taboão da Serra 27 19 0 8 3 8 27 24 3 0 0 55 2 324
11º EC São Bernardo 26 19 0 7 5 7 23 20 3 0 0 37 3 255
12º Monte Azul 25 19 0 7 4 8 20 22 -2 0 0 44 3 292
13º GE Osasco 24 19 0 5 9 5 18 18 0 0 0 47 2 303
14º Olímpia 22 19 0 6 4 9 29 30 -1 0 0 64 2 295
15º Rio Branco 20 19 0 6 2 11 19 29 -10 0 0 43 2 261
16º Marília 20 19 0 5 5 9 21 27 -6 0 0 53 1 289
17º UA Barbarense 17 19 0 4 5 10 12 28 -16 0 0 65 2 349
18º Manthiqueira 12 19 0 3 3 13 12 25 -13 0 0 51 6 281
19º Matonense 11 19 0 2 5 12 20 43 -23 0 0 42 1 280
20º Mogi Mirim 7 19 0 1 4 14 19 45 -26 0 0 46 2 273
Última atualização dos dados acima: 30/04/2018 às 10:52
Classificam-se para a fase quartas de final, as equipes: AA Portuguesa Capivariano Atibaia Desportivo Brasil Barretos Noroeste Velo Clube e São Carlos FL.
Serão rebaixados à Segunda Divisão de 2019, as equipes: Rio Branco Marília UA Barbarense Manthiqueira Matonense e Mogi Mirim.
TP- Total Pontos E- Empates SG- Saldo de Gol CV- C. Vermelho J- Jogadas D- Derrotas VP- Vitória Penalti TF- Total Faltas AJ- A Jogar GP- Gols Pró DP - Derrota Penalti V- Vitórias GC- Gols Contra CA- C.Amarelo
Ficha Técnica
Velo Clube
Endereço
Rua 3, 116 - CEP 13500-313 Telefone: (19) 3524-7496
WEb site oficial
www.veloclube.com.br
Fundação
28/08/1910
Estádio Mandante
Benitão
Rio Claro
Mascote

O galo é, com certeza, a mascote mais utilizada no Estado de São Paulo. Nas décadas de 1930 , 40 e 50 havia uma atividade muito popular no País: as “brigas de galo”. Sua importância era tamanha que o conceito de “galo”, ou seja, aquele time que ganha de todos e espera desafios, acabou se enraizando no futebol de maneira muito forte. Nas rinhas de galo (locais de competição), o galo vermelho, ou “galo índio”, era geralmente considerado o mais bravo e vencedor. Assim, devido às conquistas na cidade e à suas cores, o Velo Clube acabou recebendo a mesma denominação: “Galo Vermelho”. A histórica rivalidade de quase 100 anos com o Rio Claro F.C. também contribuiu para fortalecer o apelido e a mascote, tanto é que a equipe rival é chamada, igualmente pelas suas cores, de “Galo Azul”.