Quinta, 19 set 2019
Ligas
+ Filiados
2ªDIV
A3
A2
A1

Juventus
Domingos Sanches
Presidente
Clube Atlético Juventus
História

Fundado por operários do bairro da Mooca em 20 de abril de 1924, o clube era conhecido, a princípio, como Extra São Paulo e possuía as cores preta, branca e vermelha. Depois, em 1º de maio de 1925, com melhores condições financeiras e com terreno para construção do seu estádio, o clube mudou de nome e se transformou no Cotonifício Rodolfo Crespi Futebol Clube. Quatro anos mais tarde, o time chegou ao seu primeiro título: o de campeão da Liga Amadora de Foot-Ball, competição organizada pela APEA, a Associação Paulista de Esportes Athleticos, que corresponde ao que seria o Campeonato Paulista da Segunda Divisão hoje.

Em março de 1930, o então presidente do clube, Rodolfo Crespi, que torcia para a Juventus de Turim, e seu filho Adriano, torcedor do clube italiano Fiorentina, decidiram rebatizar o time como Juventus, com o uniforme lilás do time de Florença. Neste mesmo ano foi dado ao clube, pelo jornalista Thomaz Mazzoni, da “A Gazeta”, o apelido “Moleque Travesso”, depois da vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians no primeiro campeonato da Divisão Principal do futebol paulista, no ano de 1930.

Uma das melhores campanhas do Juventus na sua história foi em 1932, quando o time ficou na terceira colocação do Campeonato Paulista atrás apenas do Palestra Itália e do São Paulo. Depois deste ano, o Juventus retirou-se da disputa de competições oficiais, retornando apenas cinco anos mais tarde. Em 1962, o Juventus ampliou seu patrimônio quando fundou seu parque poliesportivo, localizado no bairro da Mooca.

Em sua história, o Juventus conseguiu revelar nomes de peso, como Hércules, que jogou a Copa de 1938 na França; Julinho Botelho, que disputou a Copa de 1954 na Suíça; Lima, que atuou na de 1966 na Inglaterra e Félix, presente no tricampeonato de 1970, no México. Pelo Juventus passou também Tiago Motta, que mais tarde se naturalizou italiano e disputou a Copa do Mundo do Brasil pela seleção europeia. Outra curiosidade do clube é a passagem do argentino César Luis Menotti, antes de se tornar técnico da seleção de seu país.

Depois de um longo período sem títulos, em 1983 o Juventus conseguiu o que pode ser considerado o maior triunfo da sua história: a conquista da Série B do Campeonato Brasileiro. Dois anos depois, o clube sagrou-se campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior. Após mais um longo período sem conquistas, o time conseguiu ser campeão do Campeonato Paulista da Série A2 de 2005, ganhando o direito de disputar a Primeira Divisão em 2006, ano que firmou uma parceria com o PAEC, que mantém um CT e um time para revelar e formar jogadores. No ano seguinte, o clube conquistou a Copa Federação Paulista de Futebol, porém, em 2008, foi rebaixado na competição estadual. Na temporada de 2009, novo rebaixamento, agora para a Série A3 do Campeonato Paulista.

Em 2012 o Juventus conseguiu voltar para a Série A2 do Campeonato Paulista, mas logo no ano seguinte a equipe foi novamente rebaixada para a Série A3.

Ficha Técnica
Juventus
Endereço
Rua Comendador Roberto Ugolini, 20 - Parque da Mooca - CEP 03125-010 Telefone: Tel: 11 2271-2000
WEb site oficial
www.juventus.com.br
Fundação
20/04/1924
Estádio Mandante
Rua Javari
São Paulo
Mascote

Quem no Brasil não conhece o “Moleque Travesso”, mascote adotada pelo Juventus desde 1930? A figura ingênua do menino surgiu na disputa do primeiro Campeonato da Divisão Principal do Estado de São Paulo.

A vitória surpreendente do novato Juventus contra a toda poderosa equipe do Corinthians fez o jornalista Thomas Mazzoni, criar a expressão que o clube do bairro da Mooca, zona leste da capital, carrega ao longo de sua história.