Quinta, 18 jul 2019
Ligas
+ Filiados
2ªDIV
A3
A2
A1

Capivariano
Jorge Luís Pagotto
Presidente
Capivariano Futebol Clube
História

O Capivariano Futebol Clube foi fundado no dia 12 de outubro de 1918, mas sua primeira aparição no cenário do futebol estadual foi mais de duas décadas depois, em 1942, quando disputou o Campeonato do Interior como amador. O sucesso na disputa de diversas competições regionais até a década de 1950, com a conquista de 32 títulos nestes torneios, recebeu o apelido de “Leão da Sorocabana”. Sua primeira competição profissional foi em 1958, no Campeonato Paulista da Terceira Divisão (equivalente a atual Série A3), onde permaneceu até 1963 sem nenhum resultado expressivo.

A partir de 1964, o clube esteve por 11 anos licenciado e retornou em 1976, na Segunda Divisão (Série A3). Em 1980, a nomenclatura dos campeonatos foi mudada e, a partir desse ano, o Capivariano disputou a Terceira Divisão, onde permaneceu até 1984, quando foi campeão e promovido à Segunda Divisão (Série A2).

A equipe de Capivari permaneceu na Segunda Divisão até 1987, quando houve mais uma outra reordenação dos campeonatos e a "Segundona" passou a ser a Série Especial. Nesse ano, o clube e foi rebaixado, disputando no ano seguinte o Campeonato Paulista da Segunda Divisão (que equivale à atual Série A3), conquistando o título e o acesso à Série Especial (Série A2), onde permaneceu até 1991.

Após ficar o ano de 1992 sem disputar competições profissionais, o Capivariano retornou em 1993 na Série A2 do Campeonato Paulista. Entretanto, caiu duas divisões e no ano seguinte esteve inscrito na Série B1A (equivalente a atual Segunda Divisão), onde permaneceu até 1997.

Também em 1997 foi novamente rebaixado, desta vez à B1B (quinto nível, sem equivalência no sistema atual), divisão que disputou até 1999. A partir daí, participou do Campeonato Paulista da Segunda Divisão B2 (quinto nível) até em 2005, quando houve nova reorganização na estrutura do futebol paulista e as então séries B1, B2 e B3 foram unificadas na atual Segunda Divisão Estadual.

No ano de estréia na nova Segundona, o Capivariano conseguiu avançar à segunda fase, mas acabou eliminada na seqüência. Também disputou a Segunda Divisão em 2006 (novamente eliminado na segunda fase), 2007 (eliminado na primeira fase), 2008 (eliminado na segunda fase), 2009 (eliminado na primeira fase) e 2010 (eliminado na primeira fase).

A partir de 2011 o clube começou a sua ascenção no futebol paulista. Neste ano foi vice-campeão da Segunda Divisão. Na Série A3, em 2012, fez novamente uma boa campanha e terminou o campeonato na terceira colocação geral, conquistando mais um acesso.

De volta ao segundo escalão do futebol paulista após 20 anos, o Capivariano não fez feio. Na primeira fase obteve a sexta melhor campanha. No quadrangular de acesso, pórém, o time acabou ficando em terceiro no grupo e não conseguiu a conquista do inédito acesso para a elite.

Em 2014, o Capivariano atingiu uma regularidade durante a disputa da Série A2 e conquistou não só uma inédita vaga na elite do estadual, mas também o título da divisão. Assim, o clube deu sequência na série de acessos que tinha sido interrompida no ano anterior. Em apenas quatro anos o time de Capivari conseguiu saltar da Segunda Divisão do Campeonato Paulista para a Série A1.

Mesmo disputando pela primeira vez a elite do Campeonato Paulista, em 2015 o Capivariano chegou até a última rodada sonhando com uma vaga nas quartas de final. A tão esperada classificação não veio, mas a equipe conseguiu ao menos se livrar do descenso e se garantir por mais um ano na divisão.

 

Ficha Técnica
Capivariano
Endereço
Rua Regente Feijó, nº 874 - Centro - Capivari/SP - CEP.: 13360-000 Telefone: 19 3492 3431
WEb site oficial
www.capivarianofc.com.br
Fundação
12/10/1918
Estádio Mandante
Arena Capivari
Capivari
Mascote

Fundado em 1918, o Capivariano é uma das equipes mais antigas da Região da Sorocabana, que era abastecida pela Companhia Estrada de Ferro Sorocabana. A linha ligava a Capital ao Oeste do Estado, chegando até a divisa com o Mato Grosso. Nos anos 50, o Capivariano montou um verdadeiro esquadrão e se tornou praticamente imbatível nos campeonatos do Interior, vencendo 32 títulos zonais. Devido a este extraordinário desempenho, começou a ser chamado de “Leão da Sorocabana”, apelido pelo qual é conhecido até hoje.